Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

Curta nossa página no Facebook

segunda-feira, 22 de abril de 2013

VIVER A RESTITUIÇÃO DOS BENS

Texto Base: 2 Rs 8.1-6 “Falou Eliseu àquela mulher cujo filho ele restaurara à vida, dizendo: Levanta-te, vai com os de tua casa e mora onde puderes; porque o SENHOR chamou a fome, a qual virá sobre a terra por sete anos. 2 Levantou-se a mulher e fez segundo a palavra do homem de Deus: saiu com os de sua casa e habitou por sete anos na terra dos filisteus. 3 Ao cabo dos sete anos, a mulher voltou da terra dos filisteus e saiu a clamar ao rei pela sua casa e pelas suas terras 4 Ora, o rei falava a Geazi, moço do homem de Deus, dizendo: Conta-me, peço-te, todas as grandes obras que Eliseu tem feito. 5 Contava ele ao rei como Eliseu restaurara à vida a um morto, quando a mulher cujo filho ele havia restaurado à vida clamou ao rei pela sua casa e pelas suas terras; então, disse Geazi: Ó rei, meu senhor, esta é a mulher, e este, o seu filho, a quem Eliseu restaurou à vida. 6 Interrogou o rei a mulher, e ela lhe contou tudo. Então, o rei lhe deu um oficial, dizendo: Faze restituir-se-lhe tudo quanto era seu e todas as rendas do campo desde o dia em que deixou a terra até agora.”

INTRODUÇÃO
A restauração que Deus tem para as nossas vidas neste ano profético de Joel é completa.  Esta restituição inclui, certamente, todos os bens e riquezas que nos foram roubados ou retidos pelo inimigo durante muito tempo, e muitas vezes por causa da legalidade que nós mesmos demos à ação de devorador (Ag 1.6-11). Mas, debaixo da palavra profética que está sobre nós, viveremos a restituição do alimento, dos bens e de nossa fonte de recursos sobrenaturais (Jl 2.18-27).
A mulher sunamita de 2 Rs 8, que já era uma mulher marcada pela presença e pela atuação de Deus e da palavra profética em sua vida, viveu a restituição sobrenatural de todos os bens de sua casa e de sua família, e em porção enriquecida. Nesta palavra, a Bíblia nos revela importantes passos para alcançarmos a mesma vitória e o mesmo testemunho.

PARA HABILITAR A RESTITUIÇÃO DOS BENS NA NOSSA VIDA PRECISO DE QUATRO PILASTRAS APOSTÓLICAS:
1) Fé: creia na palavra profética

A sunamita vivia um tempo de prosperidade e paz na sua vida (2Rs 7.16-20). De repente, veio a palavra profética pela boca de Eliseu anunciando um tempo totalmente diferente do que a situação de paz e de fartura daquele momento poderia sugerir: viriam sete anos de fome sobre a terra e a sunamita, se quisesse sobreviver, deveria abandonar tudo o que tinha e ir para uma terra que lhe era estranha.

Às vezes, a Palavra de Deus se apresenta mesmo contrária a tudo o quanto os nossos olhos estão vendo. Estamos numa situação de miséria e sem nenhum recurso e o Senhor profetiza a abundância (2Rs 7.1-2); estamos diante de um inimigo carnalmente mais forte e o Senhor profetiza a vitória e o livramento (2Rs 19.6-7). E, seja bênção ou juízo, a Palavra de Deus jamais retorna vazia.
Se a sunamita tivesse acreditado nas circunstâncias e tivesse permanecido na terra, teria enfrentado e sido derrotada pela fome, que realmente veio sobre o povo. Mas ela creu e cumpriu o envio do profeta, e isto, por mais que parecesse loucura, foi a chave de seu livramento naquele momento e lhe garantiu um grande milagre de restituição no futuro.
Nunca duvide da palavra profética enviada por Deus. Há uma palavra profética sobre a tua vida hoje: você viverá a restituição de todos os bens que te foram roubados e de todos os bens que te foram retidos! Creia! E creia a despeito de toda a dificuldade ou mesmo da impossibilidade que a tua carne ou o inimigo estão tentando enfatizar aos teus olhos, contrariamente à palavra profética deste ano e desta campanha, de que você será, sim, restituído em todas as coisas.

2) PERSEVERANÇA:  MESMO DIANTE DE EVIDÊNCIAS CONTRÁRIAS. “Vai tudo bem? Sempre vai...
2 Reis 4:26  “corre ao seu encontro e dize-lhe: Vai tudo bem contigo, com teu marido, com o menino? Ela respondeu: Tudo bem.”

3) EMPENHO ESPIRITUAL - Tome atitudes PROFÉTICAS que habilitarão a tua restituição. “o que você precisa do rei?”

Depois de aguardar com fé e paciência pelo tempo determinado pela palavra profética, a sunamita “voltou da terra dos filisteus” e saiu a clamar ao rei pela sua casa e pelas suas terras (v.3).

A palavra profética está sobre a tua vida e você tem tido sinais de que ela é verdadeira (veio a fome, a terra estranha foi livramento e o tempo determinado se cumpriu). Entretanto, de nada adianta haver uma palavra profética poderosa sobre a tua vida, como a que você está recebendo nesta noite (os teus bens te serão restituídos) se você não tomar as atitudes espirituais de guerra e de conquista que te habilitarão a viver o milagre da restituição.

A sunamita clamou ao rei pelo que ela desejava. Ela clamou “pela sua casa” e “pelas suas terras”, Há mais de 20 anos antes o profeta perguntou: O que você precisa do rei?  E ela nem imaginava que precisaria, mas depois de 20 anos foi em busca da Palavra do profeta.

O reino de Deus é conquistado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele (Mt 11.12). E o teu “esforço”começa no mundo espiritual, com armas espirituais.

Hoje, você vai se posicionar espiritualmente e vai orar “ao Rei” pela restituição teus bens, vai desejar a riqueza prometida pelo Senhor, vencendo toda a religiosidade que te impede de desejar o melhor da terra para a tua família e vai interceder pela tua “casa”, pela bênção de toda a tua família.

Ore; clame; interceda; jejue; seja dizimista; tenha ofertas e desafios no altar do Senhor. Se aplique a conhecer a Bíblia, de onde vem toda a Palavra do Senhor,

4) testemunho - Cumpra o teu chamado. Recebereis poder para serem minhas testemunhas...(At.1:8)

A sunamita e seu filho eram verdadeiros milagres ambulantes. Eles eram testemunhos vivos do poder ilimitado de Deus (v.5), do amor do Senhor que se importa com as nossas dores e intervém em nosso favor.
A sunamita “contou tudo ao rei”( v.6), cumpriu o seu envio de levar a palavra sendo testemunha em todo lugar (At 1.8) e este foi o posicionamento final que a habilitou para viver a restituição de todos os seus bens.
Muitos imaginam que para serem restituídos nos “bens perdidos” as ações devem se limitar a atos que se refiram a “bens”, mas o Senhor Jesus disse que não podemos ser faltosos “em nada” (Mc 10.21). Devemos “superabundar em toda boa obra”(2Co 9.8). Cumprir o teu chamado na obra de Deus, na tua família e no mundo, o habilitará a viver as bençãos da restituição (Ag 1.13-15).

QUATRO BÊNÇÃOS DA RESTITUIÇÃO DOS BENS:

·  Deus fará o impossível. No dia em que a sunamita iria falar ao rei, Geazi estava contando exatamente a sua história, abrindo o caminho para a restitui;áo (v.5);

·  Deus moverá o coração do rei em teu favor (v.6);

·  Você será restituído em tudo o que te foi tirado durante o tempo em “estava fora do povo de Deus” (v.6);

·  A restituição compreenderá todos os frutos que te foram roubados, tudo o que você “deixou de ganhar” por ter sido privado dos teus bens (v.6; Jl 2.25).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você também pode gostar!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs